lmsuplementosestetica@gmail.com
962 876 711 / 926 669 319

Titulo

conteudo
26
Jul

O Óxido Nítrico

Através deste artigo iremos explicar os “como,onde e porquês” do óxido nítrico, a sua importância e como utilizar para potenciar os treinos e melhorar a composição corporal. 

O oxido nítrico desempenha diversas funções no corpo humano e como tal é importante tomar atenção à manutenção de níveis adequados da substancia no organismo, pois os mesmos podem contribuir para, entre outros, melhor transporte de nutrientes, maior resposta do sistema imunitário e vasodilatação incrementada que irá promover uma maior congestão muscular (o “pump”) durante o treino.

Em seguida iremos apresentar as diferentes características e possíveis efeitos benéficos do oxido nítrico em diversos aspetos do funcionamento do corpo humano.

O QUE É O ÓXIDO NÍTRICO?

O óxido nítrico, também conhecido como monóxido de nitrogénio, é uma substância química gasosa, incolor e conhecida por mediar processos que ocorrem dentro e fora das células, sendo capaz de se dissolver em gorduras, óleos vegetais e outros lípidos.

É uma molécula simples, comummente encontrada na atmosfera, mas apenas em pequenas quantidades e é considerado altamente tóxico, pois possui diversos radicais livres. O óxido nítrico age diretamente no relaxamento do músculo liso da parede dos vasos sanguíneos, dilatando-o e por consequência aumentando o fluxo do sangue, o que por diminui a pressão arterial.

O óxido nítrico possui então o “poder” de produzir a hemodilatação nos músculos, o que se pode correlacionar com um processo mais rápido de recuperação muscular. Irá portanto acelerar a recuperação muscular e o ganho de massa magra, força e resistência, levando os nutrientes de forma mais rápida e eficiente para o tecido muscular.

O óxido nítrico é uma importante molécula sinalizadora que se encontra por todo o corpo humano, bem como no de outros animais. Sendo composto de Nitrogénio e Oxigénio, desempenha uma multiplicidade de funções no organismo que incluem para a além da vasodilatação: a regulação da vida e morte celulares; resposta do sistema imunitário; neurotransmissões e transporte de nutrientes para as células.

Esta preciosa substância também desempenha um papel de suma importância na saúde cardiovascular, garantindo uma circulação sanguínea saudável e uma correta função endotelial, podendo também proteger contra disfunção celular endoteliar, combater inflamações e stress oxidativo.

Ao promover um maior fluxo sanguíneo através do corpo, acabar por beneficiar atletas que procurem aumentar a sua performance no ginásio.

COMO É PRODUZIDO O ÓXIDO NÍTRICO NO CORPO HUMANO E QUAIS OS SEUS BENEFÍCIOS?

O corpo humano possui duas diferentes e independentes formas pelas quais pode produzir óxido nítrico ( Via Óxido Arginina-Nitrico e Via Óxido Nitrato-Nitrito-Nitrico). Quando experienciamos determinados estímulos tal como exercício físico intenso, o nosso corpo ativa uma de três sintases (enzima que cataliza) de óxido nítrico especificas, sendo a Sintase do Óxido Nitrico Endotelial (eNOS)que nos interessa a nível de melhoramento da performance e congestão muscular, pois é a que afeta a circulação sanguínea.

Esta ativação da eNOS causa diversos benefícios no nosso sistema:

  1. AUMENTO DO FLUXO SANGUÍNEO

Como já mencionado anteriormente, este é o beneficio mais conhecido da produção acrescida de óxido nítrico.

Maior fluxo sanguíneo significa que mais oxigénio e nutrientes tais como aminoácidos e glicose são entregues aos músculos durante o treino, ajudando na produção de energia e possivelmente na manutenção de mais intensidade durante mais tempo, antes que a fadiga se instale.

Outra característica benéfica do aumento do do fluxo sanguíneo é a limpeza mais eficaz dos produtos de desperdício metabólicos, que são produzidos quando os músculos contraem e mais se acumulam quanto mais tempo a contração muscular durar o que causa a sensação de ardor que culmina em fadiga muscular. Quanto mais rápido e eficientemente esses desperdícios são eliminados, mais tempo a série pode durar antes de atingir o falho muscular.

  1. MAIOR DENSIDADE E EFICIÊNCIA MITOCONDRIAL

As mitocondrias são as minúsculas “fábricas de energia” que existem dentro de cada célula do corpo humano e que são responsaveis pela produção de ATP, a forma de energia que rege as contrações musculares. Para além da produção de energia, as mitocondrias desempenham diversos papeis em processos de sinalização celular que incluem o crescimento e diferenciação das células.

Os investigadores descobriram que para além de potenciar o exercício físico intenso, o óxido nítrico também aumenta a densidade e eficiência mitocondrial, o que significa que as nossas células podem gerar mais ATP e de forma mais eficiente, o que leva a uma melhor produção de energia e performance atlética.

  1. ANGIOGENESE

A angiogenese é o crescimento de vasos sanguíneos a partir de outros vasos ou veias já existentes. Aquando do exercício físico as células endoteliais nos vasos sanguíneos libertam óxido nítrico, o que causa vasodilatação, aumento do fluxo sanguíneo e diminuição da pressão arterial, que por si se traduz em melhoria da saúde cardiovascular.

Para alem disso, o óxido nítrico também indica ao corpo que forme novos pequenos vasos capilares adjacentes à rede vascular já existente, o que ainda aumenta mais o fluxo sanguíneo e a entrega de nutrientes e oxigénio aos músculos em uso.

  1. AUMENTO DA ABSORÇÃO DA GLICOSE

A glicose é a fonte de energia preferida dos músculos para utilizar durante o exercício de alta intensidade, sendo que tanto a glicose sanguínea como a muscular (glicogénio) servem de substrato energético durante o treino.

A quantidade, rapidez e eficiência com que os nossos músculos podem aceder, utilizar e armazenar glicose é um fator chave de uma boa performance no ginásio, e a fadiga durante o treino normalmente está ligada à depleção de glicogénio.

O consumo de óxido nítrico aumenta o uso de glicose no músculo, independentemente do fluxo sanguíneo ou da presença de insulina. Este aumento dá-se via sinalização intracelular que ativa o transportador de glicose GLUT4.

Resumindo, o óxido nítrico ajuda a aumentar o uso e produção de energia durante o treino, o que se traduz numa melhor performance, e ao mesmo tempo ajuda a acelerar a recuperação devido ao reabastecimento mais rápido do glicogénio muscular.

  1. OUTROS BENEFÍCIOS NO ORGANISMO

Para além dos referidos anteriormente, níveis normais ou aumento dos níveis de óxido nítrico, produz inúmeros benefícios e é um apoio importante a nível de tratamento e manutenção da saúde em casos de inflamações, coagulação normal do sangue,

sistema imunitário, hipertensão induzida por gravidez, choque séptico, doenças respiratórias, diabetes, transplantes, entre outros.

COMO AUMENTAR OS NÍVEIS DE ÓXIDO NÍTRICO?

Após adquirirmos um melhor entendimento do que é o óxido nítrico, como funciona  no nosso corpo e os benefícios do mesmo, iremos agora explorar as formas de incrementar os nossos níveis de óxido nítrico para melhorarmos a nossa performance no ginásio.

O exercício por si mesmo já aumenta os níveis de óxido nítrico, então apenas pelo facto de treinarmos já estamos a aumentar a produção de óxido nítrico endógeno.

A dieta pode também ajudar a aumentar os níveis de óxido nítrico pois certos vegetais como a couve, beterraba, espinafres e rúcula são bastante ricos em nitratos. Aumentar o consumo de vegetais ricos em nitratos potencia a produção de óxido nítrico, aumentando o fluxo sanguíneo, diminuindo a pressão arterial e potenciando a performance atlética.

Outra forma também eficaz e mais fácil de controlar o aumento dos níveis de oxido nítrico é o consumo de suplementos pré-treino cujo objetivo será mesmo o aumento do fluxo sanguíneo nos músculos para uma melhor congestão muscular e rendimento no treino.

Nós na LM Suplementos & Estetica  BiotechUsa temos uma linha de suplementos BiotechUsa, destinados a este propósito e que lhes iremos apresentar bem como indicar as doses e forma de tomar dos produtos.

A L-Arginina em pó e capsulasAAKG 1000 e Citruline Malato.

No presente artigo explorámos as diversas curiosidades e factos do óxido nítrico,  também conhecido como monóxido de nitrogénio, e que é uma substância química gasosa, incolor e conhecida por mediar processos que ocorrem dentro e fora das células. Os seus principais benefícios a nível desportivo são o aumento do fluxo sanguíneo nos músculos, o que permite uma maior congestão muscular, aumento da performance, atraso na fadiga, melhor entrega de nutrientes como glicose e aminoácidos, e ainda uma melhoria na rapidez da recuperação muscular.

Os níveis de óxido nítrico no organismo podem ser aumentados através do aumento do consumo de vegetais ricos em nitratos tais como couve, beterraba, espinafres e rúcula, e através do consumo de L-Arginina ou de Citrulina Malato, em doses que variam entre as 3 e 6 gramas consumidas cerca de 30 a 45 minutos antes do treino.

Esperamos ter ajudado a entender a importância do óxido nítrico no corpo humano e como estimular a sua produção pode ser bastante benéfico para o treino, bem como para outros aspetos da saúde.

 

 

Leave a Reply